Arquivo para Aniversário

Cartão-Bolo


Bolo-cartão de mentirinha.

Mailable cake postcard

Esse eu achei aqui: http://www.sheknows.com/living/articles/965787/diy-cake-postcard-tutorial

Nesse link tem um tutorial passo a passo beeeem ilustrado bonitinho e até um cídeo mostrando os passos :)

 

Leave a comment »

Histórias antes de dormir


Esse é um presente para quem mora longe de alguma criança especial: o filho que você não vê tanto depois que se separou, o afilhado em outro estado, o filho cujo pai viaja demais à trabalho… Enfim, uma criança de cuja vida você gostaria de participar mais.

Quando eu era pequena, meu pai sempre me contava histórias antes de dormir e era um momento mágico para mim. Quando eu voltava pra casa da minha mãe sentia muita falta disso e foi me baseando nesse sentimento que bolei o que vou falar agora.

Mas o que é o presente, afinal? Bom, é um CD que você mesmo vai gravar, contado histórias para que a criança que você vai presentear escute antes de dormir!

Bom, isso é basicamente tuda a idéia, que eu, aliás, vou fazer para meu afilhado, que mora em Manaus.

O seu computador mesmo tem programas para gravar voz, é só procurar por “gravador” que você acha. É um programa bem simples de usar. Aí você conta uma história de cada vez, salva cada arquivo com o nome da história e grava num CD virgem, ou ainda em um pendrive, depende do tipo de equipamento que tenha no quarto da criança.

Para melhorar a aparência vale fazer uma capa bonita pra caixinha do CD ou até mandar o livro de onde você tirou as histórias junto, para incentivar a leitura.

Eu, pessoalmente, vou digitar todas as histórias do jeitinho que eu contar e montar como se fosse um livro de atividades, faltando algumas palavras para que meu afilhado complete, além de ilustrações.

Cmo filha de pais separados, espero que muita gente faça esse aqui, porque para crianças é super importante sentir a presença de ambos os pais.

Comments (5) »

Caixa Cinema em Casa


Essa aqui foi uma idéia dada pela minha prima Talitah que compartilha da minha necessidade de dar presentes diferentes e especiais.

É uma idéia para qualquer pessoa que goste de filmes, no caso, foi o presente de aniversário da minha mãe, cujo plano de aposentadoria é ficar de pijama vendo filme o dia inteiro.

Clique para ampliar

O presente é uma caixa com um ‘kit cinema em casa”. Colocamos filmes, uma bacia para pipoca e milho (também poderia ser pipoca de microondas, mas mamãe não gosta), chocolate e até um cobertor. O filme e a pipoca são essenciais, mas o resto pode ser mudado.

É um presente um pouco mais caro, mas tem bastante impacto. Nas lojas Americanas sempre há bons filmes por um preço acessível (só evitem comprar por internet, que eles têm má fama lá), o cobertor é de microfibra.

A caixa foi usada também como cartão. Decorada com material de scrapbook, a caixa ganhou um toque a mais por receber desejos de feliz aniversário de toda a família, que deu um presente unido. Esse é um bom presente para pais, já que pode ser divido entre filhos e o outro cônjuge sem parecer que estão sendo pães-duro.

Clique para ampliar

Uma varianção especial para namorados e ficantes, é dar só os filmes com um cartão junto escrito “Na minha casa ou na sua?” Esse é um trocadilho mais atrevido, então use com moderação! É possível fazer variações mais românticas, na linha de “pode ver o filme, mas ele é só uma desculpa para ficarmos abraçadinhos no sofá” ou algo assim. Essa é uma opção mais modesta e barata que a caixa, e é boa para datas menores, como dia dos namorados, aniversário mensal de namoro, outra data assim ou até data nenhuma.

Comments (5) »

Cartão comestível


Eu sempre achei cartão um presente sem graça. Para mim, sempre foi complemento de presente de verdade. Mas hoje tive uma idéia, um jeito de fazer um cartão tão legal que sirva como próprio presente!

É uma plataforma de papelão com buracos em que há potinhos. Escreve-se no cartão normalmente, mas algumas palavras são substituídas por coisas gostosas, cujo nome faz parte do cartão.

Por exemplo, considerando que as palavras entre “<” e “>” representam a comida com esse nome, dá pra fazer, por exemplo:

  • Dei muitos <suspiros> sonhando em ter dar <beijinhos>.
  • Você é meu <sonho>, doce como <mel>.
  • Tenho que te dar um <bolo> na sexta, mas que tal <beijinhos> no sábado?
  • Meu amor, vamos ficar <casadinhos>? (Depois que ela ler, mostre o anel :) )
  • Desejo que seu casamento tenha muitos <beijinhos> e que vocês fiquem <casadinhos>, mas <bem casado> mesmo por muito tempo!
  • Que o <papai noel em chocolate> te traga muitos presentes!
  • Que o <coelho de chocolate> te traga muitos <ovos de páscoa>

Conhecendo nome de doces, dá pra fazer bastante frases, dá até para colocar coisas que não são comestíveis, como, por exemplo:

  • Comprei <camisinhas> sabor <morango>. Será que têm o mesmo gosto?
  • Comprei um <porta-retrato>para colocar a <foto> do dia em que ficamos noivos. (entregar anel em seguida)
  • Nenhum <imã> é tão atraente como você!
  • Não tem <fita métrica> capaz de medir meu amor por você!

 

Gostou da idéia? Então vamos para o passo a passo. Vamos pegar um simples, só pra vocês entenderem:

Estava com tanta saudade! Ainda bem que você voltou, não aguentava mais dar <suspiros>!

  1. Primeiro passo é pegar uma placa de papelão. Pode ser um lado de alguma caixa, ou qualquer coisa assim.
  2. Aí você vai precisar de um pote. Dá pra suar várias coisas de casa ou de padaria, as embalagens, ou você pode comprar um potinho só pra isso. Compre plástico que é mais leve do que vidro. Para o exemplo, eu vou usar a tampa de cima de uma caixa de ovos. Tem que ser uma caixa específica pra isso. A tampa dela deve ser transparente, reta e não deve ter nada escrito. É mais fácil achar esse tipo de caixa naqueles ovões vermelhos.
  3. Depois de separar as duas partes da caixa de ovo com uma tesoura, meça o tamanho dela e corte o buraco no papelão. É melhor se encaixar justinho, que fica mais fácil. Para prender, você pode usar superbonder ou durex – como o papelão vai ser encapado,  não vai aparecer.
  4. Arrume papel de presente. Ele não deve ter estampa, já que você vai escrever por cima. Aí você vai colar no papelão, encapando-o.
    • Pode ser só na frente, mas fica mais bonitinho se encapar atrás também. Se for encapar atrás, vale a pena fazer
  5. Escreva a mensagem e coloque o suspiro no pote. No final, ele vai ficar mais ou menos assim (só que mais bonito, que minha figurinha ficou feia ^^”):

Comments (6) »

Papel e Fotos


Olá, pessoas! Voltei :) Mas vamos ao que interessa, hoje vamos falar de um presente para as pessoas mais próximas. Eu gosto deste especialmente para aniversário de namoro e Dia dos pais/das mães.

É um porta retrato, decorado com restos de papel. Para fazer este, vamos precisar:

A foto: A foto tem que ser pequena em relação ao porta retrato. Pode ser 1/4 ou 2/5 do porta retrato.

Embalagens antigas: Pelo amor de Deus, nada com desenho de marca. Pega aquele papel de presente com listras, ou ainda recorte a estampa daquela sacola de papel interessante. Tenha pelo menos dois padrões diferentes.

Vamos começar!

  • Escolha o padrão do fundo e corte a embalagem no tamanho que caiba no seu porta retrato.
  • Pegue a sua foto e tente ver onde você acha que ficaria mais bonito antes de colar. Se você acha a foto grande, dá pra cortar dos lados, com ou sem um formato.
  • Antes de colar e já certo sobre tamanho e lugar,  use outro papel para fazer uma moldurinha para a foto. Use a foto como guia do tamanho, fazendo o contorno com lápis no verso.
  • Já decidiu tudo? Cole a foto!
  • Agora é a parte livre. Você pode passar uma fita na lateral, cortando o porta retrato, você pode dividir no meio com a fita… Você pode não colocar fita nenhuma.
  • Agora é a hora da mensagem. Se o papel que você escolheu não for muito estampado, dá pra escrever direto nele. Se tiver muita cor, corte um outro pedaço de papel mais liso e escreva nele e cole onde achar melhor.
    • Se preferir, vale usar outra foto em vez de uma mensagem

É um presente simples, barato e super-pessoal.

Hoje eu estou meio sem inspiração, mas aqui vão algumas idéias de modelo (gente, de modelo só, viu? Coloquei textura qualquer na imagem, nem ficou bonitinho):

Os desenhos ficaram meio feios, mas quando você usa papel de verdade fica legal, eu prometo.

Comments (2) »

Dicas pra saber o que dar de presente.


Eu acabei descobrindo que a maioria dos presentes que dou são tão especialmente feitos para alguém que nem adianta colocar aqui. Outro dia no orkut achei uma comunidade que chama “nunca sei o que dar de presente” e fiquei encucada. Também me lembrei de ouvir meus amigos falando mais ou menos a mesma coisa.

Parei pra pensar sobre como faço pra escolher os presentes que vou dar e cheguei a alguns pontos comuns, que são:

  • Cor favorita •

Eu tenho uma amiga que é doida com roxo. Não, doida mesmo. O quarto dela é roxo, ela queria um carro roxo, ela ama roxo de verdade. Então, quando fico na dúvida, sempre compro alguma coisa roxa: um brinco, um enfeite de quarto, uma blusa… O caso desta minha amiga é meio extremo, nem todo mundo é tão viciado assim em uma cor só (olha só, eu tenho quarto vermelho mas topei um site verde). Em último caso, mesmo para que não é tão doido assim (te amo, Júlia) receber um presente que tem como elemento principal sua cor favorita sempre tem grandes chances de agradar.

  • Coleção •

 A pessoa que você quer presentear coleciona alguma coisa? Ah, então está fácil. Compre mais algum do que ela coleciona! Por exemplo, tem gente que coleciona adesivo, modelinho de carro, quem está tentando completar o álbum da copa, canetas coloridas…

  • Hobby •

 Quando a gente tem um hobby, tudo sobre ele é um bom presente. Pode ser uma ferramenta para exercer o hobby (um bloco A3 de papel com gramatura alta pra quem desenha, um livro de partitura para quem toca, uma bola pra quem curte futebol, uma munhequeira para quem joga tênis…) ou algo que lembre o hobby (uma miniatura de Ferrari para quem é louco formula 1, um bonequinho de Star Wars para seu nerd favorito…).

  • Livro •

 Esse até se encaixa em hobby, mas acho tão especial que resolvi separar um tópico a parte. Comprar livro é difícil, mas tem algumas dicas úteis.

  •  
    • Tente se lembrar de menções que a pessoa possa ter feito a algum livro que queira.
    • Não lembrou de nenhum? Então que tal tentar se lembrar se ela falou bem de algum livro? Com o título em mãos, pergunte ao vendedor se ele tem algo do mesmo gênero.
    • Compre algum livro sobre algo que a pessoa goste. Um guia de viagens sobre a Itália para aquele amigo que sempre se gaba de suas origens, um manual de anatomia para quem gosta de desenhar, um guia de filmes para quem gosta de pipoca, um livro de receitas para quem adora cozinhar.
    • Vá pelo gênero e escolha um dos lançamentos em destaque. Esse é mais fácil para comprar livro para meninas de 13-25 anos. Por exemplo, a maioria das moças desta faixa etária curte Chick-lit. Exemplos de autoras são a adora Meg Cabot em livros estrangeiros. Conheço pouco dos nacionais, mas a série A Caçadora da Vivianne Fair costuma agradar gregos e troianos, porque tem o romancinho que não pode faltar, mas investe pesado em comédia. Outra dica, para saber se a pessoa vai gostar do chick-lit que você escreveu, é só prestar atenção na idade da personagem principal: essa é a idade do público alvo.

 

  •  Justo o que eu preciso! •

Essa dica só serve para as pessoas com quem você tem mais contato. Ela exige observação diária. A dica deste presente quem dá é justamente quem será presenteado, que numa conversa informal deixa escapar que está tendo problemas em se organizar (opa! Ele precisa de uma agenda) ou que sempre perde as chaves (um chaveiro grande e chamativo?) ou que perdeu seu pendrive (esse é óbvio). A idéia deste método é prestar atenção para dar exatamente o que a pessoa precisa.

  • Nossa! Eu adoro isso! •

Esse é outra versão do anterior, mas a idéia é dar algo que a pessoa goste mas que não seja necessariamente útil. Ainda exige constante observação. Se, em uma conversa, alguém falar que sempre achou lindo aqueles brinquinhos de pérola ou que adora um certo programa de TV, registre isso (tem gente que faz mentalmente. Eu sempre ando com um caderninho) e use esse conhecimento para comprar algo relacionado a isso.

  • Piada interna •

 Meu namorado me contou uma vez que ele, quando pequeno, ganhou um peixe dourado sem ter um aquário adequado. Ele passou o dia trocando a água do peixinho, para mantê-la oxigenada, usando até água filtrada. Só que, quando ele foi dormir o peixinho acabou falecendo. Não deu outra, no aniversário de namoro seguinte eu dei uma bombinha de ar e expliquei “Para você dormir tranquilo”

Esses geram presentes memoráveis, mas potencialmente inúteis. A idéia é transformar em presente um caso muito contado ou uma piada interna. O apelido do seu amigo é o nome de algum bicho? Compre um de pelúcia!

É assim que eu decido a maioria dos presentes que dou. Às vezes nenhum deles funciona e eu escolho o que eu chamo de “viadagem genérica” que é nada mais do que um presente fofinho (como o travesseiro de namorado) ou um presente genérico.

ps: eu não uso viadagem como termo pejorativo. Viadagem e gay eu tenho o hábito de usar como sinônimos de “fofo” e “bonitinho”

Comments (8) »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores